Ínicio

quarta-feira, 12 de setembro de 2018

Oficina criativa

Dia 01 de setembro, sábado. 

Ao chegar no Café das Coisinhas, logo me avisaram: "já tem uma aluna te esperando". Sorri. E pensei: não, ela não é minha aluna porque não sou professora. Não ensino e sim, compartilho. Reúno pessoas. Promovo encontros. 

A Oficina Criativa da Rosa Pimenta Crafteria tem sim uma proposta diferente: proporcionar uma pausa na rotina corrida; um tempinho para a criação, para a troca e o compartilhar ideias. 

Durante as três horas naquela tarde de sábado ensolarada em São Paulo foi exatamente isso que aconteceu. Em um lugar aconchegante e gostosinho, pessoas lindas experimentaram o fazer manual livre de regras, de técnicas; simplesmente deixando o processo criativo fluir. Com garrafas de vidro, cola e tecidos estampados e coloridos foram criados objetos decorativos únicos e especiais.



A conversa rolou de maneira muito agradável, leve e intuitiva. Entre um retalho e outro colado nas garrafas, muitas lembranças e histórias eram contadas pelas participantes, resultando em um encontro recheado de afeto, sorrisos e memórias. Tem coisa melhor?! 

O tempo passou rápido, nem percebemos. Ao final da oficina, cada participante levou para casa uma peça colorida e inspiradora para lembrar que basta tempo, dedicação e um olhar curioso para deixar a criação acontecer de um jeitinho bem gostoso. 



Fiquei bem feliz com essa experiência no Café das Coisinhas e com a retomada da Oficina Criativa, que teve sua última edição em 2016. E estou bem animada para a próxima, viu?! 

Bora colorir a alma e a vida? 
Então, deixa um alozinho aqui nos comentários ou nas redes sociais. 
Vou adorar ter sua companhia :) 

segunda-feira, 20 de agosto de 2018

Uma vida com mais poesia

Coisa gostosa é encontrar poesia na vida. Acreditar no amor, nos sonhos, nas relações entre pessoas. Coisa gostosa é saborear aquele pedaço de bolo macio numa tarde qualquer. É sorrir ao acessar as memórias da juventude que passou. Coisa boa é encontrar poesia na vida. Olhar para o céu azul e simplesmente agradecer. Admirar as folhas que caem ao vento. Inventar uma música com o barulho da chuva. Encontrar muitas outras cores no arco-íris. Rir da nova descoberta do filho e também rir de si mesmo(a). Coisa boa é deixar a vida fluir. É sentir, respirar, amar. Poesia no olhar, na voz, no novo passo. Tantas possibilidades e tantos laços. Coisa mais linda essa. Viver com poesia. 


Chego por aqui para contar que ando me aventurando na escrita. Tenho sentido uma vontade quase que incontrolável de expressar em letras e palavras meu olhar para a vida, minhas reflexões e aprendizados. Vontade imensa de compartilhar. Em pequenos trechos, em frases ainda menores. Compartilhar e espalhar... o sentir, o pulsar. 

A vida não é perfeita. Eu e você sabemos bem disso. Muitas vezes falta flor nos nossos dias. Muitas vezes a rotina estressante parece tomar conta da gente, sugando todo e qualquer sentimento bom. Energia que se vai pelos poros. Mas aí vem o outro dia; a lembrança de um momento bom; o filho que chega feliz querendo compartilhar uma pequena conquista; o sorriso espontâneo de alguém que você encontrou na rua, a flor que desabrochou naquele vaso esquecido no canto da sala. Verdadeiros milagres que também acontecem com frequência e, tantas vezes, passam despercebidos porque não encontram olhares curiosos e atentos para essas belezas infinitas da vida. 

Sim. A vida pode ter mais poesia. E as fontes são inesgotáveis. Os livros que lemos, os filmes que assistimos, o tempo junto das pessoas que amamos e a própria vida cotidiana com seus presentes tão cheios de significado. Um exercício que uma vez iniciado e praticado todos os dias traz leveza, esperança e muitos coraçõezinhos saindo de dentro da gente. 

Se você deseja adentrar neste universo, minha sugestão, do tipo "boas-vindas", é assistir o filme mais poético de todos os tempos: "O Fabuloso Destino de Amélie Poulain", moça sonhadora, inspiradora e doce que estampa a fotografia deste post. 

A vida segue. Os desafios continuarão. Trazer mais poesia para o nosso dia depende das nossas escolhas, de exercitar nosso olhar. Vamos seguir juntos nessa caminhada? Abra seu coração. Me dê a mão. Vem comigo. Existe um mundo repleto de poesia e pequenezas lindas à nossa espera! 

Um viva à poesia! 

Em tempo: uma nova edição do "Pote de Frases", desta vez, com frases autorais, está à caminho. Uma ideia que já tinha há tempos mas que somente agora deixei fluir, assim como tenho feito com a vida. Estou ansiosa! Volto aqui em breve com notícias! 


terça-feira, 7 de agosto de 2018

Oi, tem alguém aí?

Ando sumida, eu sei. Família vivendo momentos que exigem uma atenção especial, caminhos profissionais tomando outro rumo. Precisei deixar as criações de lado por um tempo, assim como o blog. Aquele tipo de pausa não planejada mas necessária para manter a vida seguindo seu curso de um jeito um pouco mais tranquilo. 

E hoje estou aparecendo por aqui para dar um "oi" meio assim, tímido. Tímido mesmo, viu? Fiquei distante por um longo período (o último post foi publicado em março!) e agora apareço sem saber bem o que escrever. Queria ter um super DIY daqueles bem inspiradores para mostrar aqui ou aquela notícia supimpa para balançar a estrutura. Mas não. Aparecendo para dar um "oizinho" simplesmente porque bateu saudade, entende? 

Os últimos meses foram de aprendizado e muita reflexão. Pensei, repensei, relembrei. Meu caminho profissional como crafter, artesã ou sei lá que título posso dar-me, foi construído  com muito carinho, acreditando que ao colocar amor no que fazemos conseguimos sim uma vida com mais propósito. Uma vez experimentado esse sabor, não queremos mais nenhum outro, certo? Sim. É verdade. Mas também é bem verdade que um negócio criativo necessita de cuidado redobrado, de um olhar atencioso que infelizmente não consegui dedicar à ele nesse período. A criatividade arrumou a mala e saiu por aí, buscando melhor companhia. Foi uma fase intensa, de busca incessante por inspiração para ao menos manter-me em contato com o meu lado criativo e otimista.

Frases, lugares, natureza, pessoas queridas... o combo que me manteve firme na caminhada! 


Aos poucos tudo está voltando ao ritmo normal. Dois lotes de potes "das memórias de gratidão" já estão inspirando muita gente por aí a fazerem seus registros de gratidão, colagens personalizadas sendo criadas e decorando cantinhos charmosos, postagens nas redes sociais quase que diárias. E muita coisa para acontecer.

Tenho feito alguns rascunhos do novo negócio que já venho falando deste o ano passado. Veja bem, já se passaram mais de 12 meses e pouco coisa mudou. O tempo não deu conta de tamanho desafio, de acolher tudo o que tinha em mente. Prioridades foram estabelecidas. Semanas atrás almocei com algumas amigas e lá pelas tantas comentei "ando meio devagar" e uma delas, sabiamente respondeu, "você está coletando ideias e inspirações para o seu trabalho que vai 'acontecer' na hora certa". Achei lindo isso e continuei, respeitando meu ritmo, meu tempo e, principalmente, ouvindo meu coração. E claro, agradecendo por ter amigas assim por perto! 


Mudanças devem acontecer em breve. Uma nova marca, produtos que façam sentido com o meu momento. O blog muito provavelmente será substituído e os temas dos posts estarão mais conectados com a proposta do novo negócio e também o meu propósito. Tudo ainda muito embrionário mas com a convicção de que estou no caminho certo. 

Sei que seria melhor voltar aqui com notícias mais concretas... mas por hora o que tenho para oferecer é o "oi" cheio de saudade e um pedido especial: fica comigo! :) 


Que das muitas janelas possa enxergar novas possibilidades e encontrar sempre a inspiração necessária para seguir adiante, acreditando nos meus sonhos. E que possa contar com sua companhia linda e especial nesta minha jornada! 

Seguimos juntos(as)? 

terça-feira, 20 de março de 2018

O outono chegou com reflexão e colagem!

E hoje abrimos os braços para receber o outono e deixar para trás a estação da euforia, das cores vibrantes, do calor intenso, do externo, das andanças. É chegada a hora de recolher-se. De acolher as emoções, vivências, de olhar-se para dentro. 

Hoje também o sol ingressou no signo de Áries e tivemos o início do equinócio do outono. Segundo a astrologia, o ano de 2018 começou de fato. Um ciclo se fecha, outro se inicia. Novo ano. Vida nova. 

O clima passa por uma pequena transformação, como uma das características das estações intermediárias. As roupas leves e coloridas dão espaço às peças de cores mais sóbrias, quentinhas, ao bom e velho 'casaquinho', tão típico da meia-estação. A casa recebe almofadas, mantas, velas. O aconchego se faz presente e necessário. Filmes e livros vão ganhando destaque nos nossos dias. 

E assim o outono vai chegando, devagarinho. Novas formas, sensações, texturas e cores.  

É tempo de habitar o lar que está dentro de nós. Refletir sobre a vida, de uma maneira leve e gostosa. É tempo de transformação, de clareza. De expandir a criatividade, produzir, experimentar novos recursos, novas técnicas. É tempo de se recompor, de aprender, e também de estar mais presente.

Como disse a estilista Dedé Bevilaqua à revista Casa&Jardim, em matéria sobre a estação  na edição de março, "após a correria do verão, entre festas e férias das crianças, é no outono que a vida entra no eixo, retoma seu ritmo". 

Sim. Essa estação do ano pede calma, pede gentileza com nossa alma, pede descanso. Pede também o chá quentinho, o bolo recém saído do forno, manta macia, vela perfumada, a companhia de um bom livro e de pessoas queridas, claro! 

E inspirada na energia da nova estação, me dediquei à colagem na tarde de hoje.
Olha que lindeza saiu por aqui:  


Vamos aproveitar a delicadeza e a pausa do outono para olhar para nossas emoções, de coração aberto. Repensar caminhos, abrir espaço para o novo, nos inspirar em sua beleza sutil e também em nossas memórias de criança. 

Encerro o post com uma frase linda do Carlos Drummond de Andrade, desejando à você um outono leve, amoroso e de descobertas! 

"Repara que o outono é mais estação da alma que da natureza"

terça-feira, 6 de março de 2018

Ideias para decorar e embalar com afeto

Uma embalagem de presente pode ganhar um toque especial com um cartãozinho feito à mão. A agenda pode receber marcações coloridas. O vasinho de planta pode ganhar uma decoração linda e a capa básica daquele caderno se transformar em uma peça personalizada.

Sim! Ter materiais criativos à mão é o que você precisa para criar embalagens lindas, cartões delicados, objetos do dia-a-dia com uma carinha nova... e, por que não, criar itens fofos para a festinha do fim de semana.

Inspirada nos kits criativos que estão saindo por aqui (logo mais publicarei a venda deles nas redes sociais - acompanhem por lá!), selecionei algumas sugestões para te inspirar também! São ideias simples para deixar sua vida ainda mais colorida!

Bora lá?! 





Todas as ideias acima foram criadas deste lado de cá para conferir aquele charme que eu tanto gosto, seja na hora de agradecer, presentear, decorar, celebrar! Isso é cuidado, é carinho e sem dúvida, preenche o coração de afeto e alegria. 

Do Pinterest trouxe outras cinco sugestões.
Olha só essas lindezas:




Carimbos, washi tapes, papel kraft, lã, botões, twine, prendedores, florzinhas e canetas coloridas são itens coringa e fazem milagres quando o assunto é DIY ou faça-você-mesmo. Tê-los à mão é uma grande estratégia até para criar aquele presentinho de última hora!

Inspire-se nessas ideias e mãos à obra! 
O céu é o limite para pessoas criativas - e sim, você é! <3


quinta-feira, 1 de março de 2018

Plantinhas e flores na casca de ovo para uma Páscoa linda!

Quem aí adora plantinhas e flores pequeninas para decorar ou presentear? 

Se você levantou a mão, vem comigo! Porque hoje vou mostrar alguns arranjos bem lindinhos e fáceis de fazer para deixar sua Páscoa bem criativa, charmosa e colorida! 

E a ideia é bem simples mesmo, viu?! Olha só: 


O primeiro arranjo foi meu presente para as irmãs no almoço de Páscoa do ano passado (eu também ganhei, claro!). Replantei as suculentas na casca, decorei os suportes de porcelana com washi tape e estavam prontos mimos bem graciosos! 

Já na foto da direita, uma florzinha do campo que também coloquei na casca com um pouquinho de musgo dentro. Decorou a mesinha do cantinho criativo e foi a foto do meu post de Feliz Páscoa no Instagram. Não ficou fofo demais?! 

Bom, se você já se inspirou até aqui, minha dica é: comece juntando as cascas de ovo  porque tem outras ideias igualmente lindas que trouxe do Pinterest pra você! 


Aqui a ideia é muito parecida, porém, foi usado um suporte diferente (pratinho de barro) e mudinhas de ervas perfumadas e bem charmosas!

E a criatividade não pára por aí, não! Olha só esses outros arranjinhos:



É importante dizer que os ovos devem ser quebrados de uma forma um pouquinho diferente, somente na parte superior, para manter as cascas quase que inteiras. Em seguida, faça a higienização, deixando-as de molho em água quente e vinagre por uns 20 minutinhos.

Como disse lá no começo: fácil e lindo!

E sabe o que é mais legal? Você pode usar materiais que geralmente são descartados (casca e caixa de ovo, bandeja de isopor) como base e decorar com o que tiver disponível. É possível tingir a casca do ovo, fazer arabescos com canetinhas coloridas, usar adesivos. Nessa hora a imaginação é que manda no pedaço!

Aí é só escolher a plantinha ou flor de sua preferência e o arranjinho tá pronto! :)

Agora me conta: qual o seu preferido?! 

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Gratidão

O tema para o post de hoje não poderia ser mais lindo: gratidão

Essa palavrinha que tem sido muito falada ultimamente, representa para mim um dos valores mais bonitos que podemos carregar dentro de nós mesmos. O ato de agradecer é transformador, proporciona momentos de reflexão sobre a vida, sobre o que de fato importa, sobre nossa essência.

Não é um processo simples, eu sei. Basta um acontecimento ruim para acharmos que o dia foi péssimo, ainda que naquela manhã o sol tenha decidido brilhar divinamente depois de tantos dias de céu cinzento. Podemos também achar que estamos vivendo uma fase ruim, de muitos acontecimentos dolorosos, sofridos, e aí perdemos aquele olhar sensível de apreciar as pequenas coisas que trazem frescor, esperança e leveza pra vida. Talvez seja preciso um esforço inicial para observar o simples, aquilo que muitas vezes é absorvido ou esquecido frente aos obstáculos ou situações difíceis do nosso cotidiano. Eu mesma já me peguei reclamando, desejando que o dia (ou ano!) chegasse ao fim, sem ao menos ter percebido as coisas boas que me aconteceram. E tudo bem. Somos humanos, imperfeitos, e estamos aqui para aprender e evoluir como pessoa.

E a evolução, neste caso, consiste em abrir-se para novas experiência e desenvolver um olhar mais atento e generoso para o que há de melhor em nós e à nossa volta. Quer ver?  

A risada gostosa do filho naquela noite em que você chegou em casa exausta, um elogio inesperado, o canto dos pássaros, uma ligação da amiga que mora longe, aquele abraço apertado num momento de tristeza, o pedaço de bolo oferecido pela vizinha para adoçar sua tarde de trabalho, o 'bom dia' seguido de um sorriso da moça da padaria, a sua escolha de enfrentar aquela cirurgia adiada por meses, a apresentação feita na escola apesar dos muitos medos internos, aquele oferta de trabalho que apareceu quando você já estava pensando em desistir; um convite do amor da sua vida para um café no meio da tarde. Agradecer por ter conseguido cumprir todas suas tarefas, pelo médico gentil que te atendeu na emergência do pronto-socorro, pela coragem de dizer 'não' à um convite só para curtir um tempinho junto à família. 

Na prática, a gratidão é um exercício que nos coloca em contato com nosso EU interior e que busca uma conexão linda e profunda com o Universo. E existem diversas maneiras de se fazer isso: podemos agradecer orando, criando pequenos registros; podemos também agradecer com gestos, atitudes, palavras e sorrisos. Já experimentou escrever um cartão para uma pessoa importante na sua vida agradecendo-a pelo carinho e cuidado? 


No Natal de 2013, criei potes de memórias para presentear irmãs e amigas. A ideia era que cada pessoa registrasse durante o ano seguinte, diariamente, os acontecimentos felizes e colocasse os papeizinhos dentro do pote para, ao final do ano, reler todos os registros e agradecer por cada pequeno presente da vida. Fiz também essa experiência e a sensação foi indescritível. Um pote cheio de amor, afeto e gratidão.

Agora, temos aqui em casa um pote tamanho família, bem lindão, que fica na sala. À noite cada um faz o seu registro em bloquinhos de cores diferentes. Aproveitamos para conversar e refletir sobre o dia. Sim. A gratidão é algo que pode ser ensinado e a melhor forma de fazermos isso é sendo exemplo e proporcionando essa experiência.

Deixo aqui essa sugestão de exercício. Você pode usar um caderninho, um pote, uma caixinha, o que tiver disponível em casa. Comece fazendo registros sem muita cobrança ou preocupação se o que está escrevendo faz sentido. Apenas siga seu coração. Anote. Com o tempo você ficará mais confiante, as coisas simples passarão a ganhar mais destaque na sua vida e agradecer passará a ser algo natural. Experimente também identificar motivos de gratidão em você mesma(o), praticando o auto amor. 

E quando reler os registros?
No seu tempo, quando sentir vontade. Pode ser em um prazo estabelecido por você (daqui um ano, a cada dois meses, por exemplo), pode ser naquele momento em que precisar de um combustível extra para continuar firme na caminhada, no dia do seu aniversário, no encerramento de um ciclo, ou quando você se sentir para baixo. 

Bora começar?! 
Depois me conta aqui nos comentários como foi sua experiência!
E aproveite para espalhar essa ideia. Gratidão é contagiante!! 


Ah! E para quem quiser Potes de Memórias fofos e coloridos, como esses da foto acima, fica aqui o contato para encomendas: rosapimentacrafteria@gmail.com. Todos eles são criados com muito carinho para receberem lindos registros! 

Até o próximo post! 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...